De mãe e louco todas temos um pouco

Sejam bem vindos ao cantinho aconchegante que reservei para essa conversa. Espero que esses relatos possam de alguma forma ajudar aqueles que tem duvidas, receios, e as vezes até mesmo culpa por não serem perfeitos como gostariamos de ser para nossos filhos, que ja estão aqui, ou estão por vir.
Essa é minha forma de compartilhar essa experiencia fantastica que tem sido me tornar mãe, inclusive pelas dificuldades que passei, passo e com certeza irei continuar passando por ser Bipolar. E o quanto nos tornamos mais fortes a cada dia, a cada queda, como essa pessoinha que chegou me mostra a cada dia que passa.
A todos uma boa sorte, uma boa leitura, e uma vida fantastica como tem sido a minha, desde o começo e cada vez mais agora!

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Para minha filha...

Quero que você saiba reconhecer limites, e que argumente comigo porque eles devem ser flexíveis.

Quero que você seja educada e gentil, mas que sempre tente entender os motivos de se fazer cada coisa. E argumente comigo se não concordar. 

Quero que você seja curiosa, e que me pergunte tudo sempre que quiser, mas que saiba identificar o limite das outras pessoas também. 

Que você queira muitas coisas, e que me pergunte e lute para alcançar cada uma delas. 

Quero que você tenha saúde, física e mental, e encontre prazer nas coisas que te permitirão isso. 

Quero que você seja feliz, e entenda que pra ser feliz não precisamos fazer o mal as outras pessoas. 

E quero que você faça isso no seu tempo, cada coisa na idade e no momento que você estiver pronta pra elas, e que entenda que o tempo de cada um é diferente e que não a nada de errado nisso. 

Quero que você saiba que todos são diferentes, e isso torna a nós todos iguais e merecemos receber respeito e oferece-lo.

Quero que você alcance seus sonhos e que você tenha exemplos próximos pra te mostrar que é possível. 

Quero que você ame a si mesma e encontre alguém para amar e ser amada. 

E que saiba que eu te amo também...

Um comentário:

  1. Olá Di!
    Essas palavras são muito lindas e ao mesmo tempo fortes.
    Beijinhos <3

    ResponderExcluir

Ai, que bom que você veio! Puxe uma cadeira,sente-se no chão e sinta-se na casa alheia.^^ Mas me da um toque :P