De mãe e louco todas temos um pouco

Sejam bem vindos ao cantinho aconchegante que reservei para essa conversa. Espero que esses relatos possam de alguma forma ajudar aqueles que tem duvidas, receios, e as vezes até mesmo culpa por não serem perfeitos como gostariamos de ser para nossos filhos, que ja estão aqui, ou estão por vir.
Essa é minha forma de compartilhar essa experiencia fantastica que tem sido me tornar mãe, inclusive pelas dificuldades que passei, passo e com certeza irei continuar passando por ser Bipolar. E o quanto nos tornamos mais fortes a cada dia, a cada queda, como essa pessoinha que chegou me mostra a cada dia que passa.
A todos uma boa sorte, uma boa leitura, e uma vida fantastica como tem sido a minha, desde o começo e cada vez mais agora!

domingo, 10 de junho de 2012

A crise

É sempre difícil falar sobre os momentos de crise. Mas eu vou tentar...

Mais uma vez eu vivi um quase fim de relacionamento nesse feriado. Coisa séria! Chegamos a decidir terminar tudo e nos separar. A decisão durou cerca de 2h, ou um cochilo de meio de tarde da filha. Tínhamos saído pra conversar, terminamos, voltamos pra casa e coloquei a pequena pra dormir na sala, como sempre faço, e fiquei com ela, nos dando um tempo pra pensar, interiorizar.

Pouco antes dela acordar fui até o quarto e marido me diz assim:
 - Não!
- como assim não? - digo eu, esperançosa.
- Não, não aceito isso! Não vai acabar assim!
Eu nem cosegui falar, só sorrir. Também não era o fim do relacionamento que eu queria e sim o fim desse momento tão duro e doloroso que estamos passando.

Continuamos juntos! Viva! Mas e aí? Como vamos resolver todos os outros problemas?

Eu resolvi começar a vender cupcakes. Amo cozinhar, levo jeito pra coisa falando sem modéstia nenhuma. Já recebemos um proposta, no primeiro dia de vendas, de fazer bolinhos de banana para o café de um conhecido aqui na cidade. Foi um bom começo.

Mas o feriado trouxe, com a crise conjugal, aliada a crise financeira existente, outra crise: a depressiva. E ta complicado de lidar com ela...

De repente vi minha paciência ir pelos ares. voltei a dar patadas a torto e é direito, sem motivos fortes o suficiente pra isso. Sem paciência pra ficar com a filha, tadinha, que pede minha presença o tempo todo. Vontade de ficar na cama o dia todo, só levantar pra comer e ir no banheiro.

A crise hoje foi tal que mesmo levantando da cama só ao meio dia o sono ficou comigo o dia todo, a irritação e o mau humor foram meus companheiros e os bolinhos que precisava fazer hoje pra vender amanhã deram meio errado - o de cenoura ficou ok mas o de banana não deu pra salvar.

Preciso lembar que cozinhar pra mim pode até ser uma terapia, mas como tal ela acompanha o meu humor. Isso significa que por mais que eu precise é melhor não tentar cozinhar quando não estou bem.

Sempre que algum bipolar vem falar comigo e me pedir conselhos em meio a uma crise eu falo o seguinte: se o dia estiver muito ruim, desencane e durma. A unica certeza que essa doença te dá é que amanhã tudo pode estar diferente quando você acordar.

Amanhã é outro dia, eu sei bem disso. Meus problemas com a falta de dinheiro e dentro do relacionamento homemXmulher não vão ter deixado de existir só por que o sol se pôs e nasceu novamente. Mas a minha perspectiva das coisas pode sim mudar. As vezes um sonho, ou um abraço mais apertado na hora de dormir, ou um bom dia mamãe... Todas essas coisas são mágicas quando falamos de humor. O de todo mundo né? Pra nós também...

E se eu acordar e ainda estiver mal? Respiro fundo, como se fosse mergulhar, e levo mais um dia. Acordo, dou leite, brinco com a filha, dou almoço, levo na escola. Faço mais bolinhos, reponho ingredientes, descanso um pouco. Pego filha na escola, brinco, dou jantar, assistimos tv e pronto, já é hora de dormir de novo. Fácil né?

Fácil não é não. E quando estamos deprimidos parece que fazemos todas essas coisas com uns bons pesos extras nas costas, a cabeça cheia e a dificuldade de raciocinar de quando estamos bêbados, e a ansiedade e o desespero pra que tudo passe como companhia constante. Não é fácil.

Mas passa. Assim como o dia vai começar, ter meio e chegar ao seu final. A depressão também passa.

Agora vou descansar e esperar que minha rotina me ajude a sair dessa mais um vez.

Boa semana pra todos!


4 comentários:

  1. Bem Di, não sei qual sua orientação religiosa, como sou cristã tenho um Salmo preferido, é o 19 e ele diz: "Um dia discursa a outro dia e uma noite revela conhecimento a outra noite." Espero que o dia e a noite te tragam boas lições, boa semana para todos nós, com realizações!!!

    Cheros... e vamos embora!!!

    ResponderExcluir
  2. eu estava pensando justamente no quanto você gosta de cozinhar e o quanto isso é uma terapia para vc.
    Acho ótimo vc fazer os cupcakes para vender como forma de complementar renda, mas pegar um hobbie e transformar em trabalho pode ser algo muito bom mas pode se tornar uma armadilha. O bom é que você estará trabalhando com algo que você ama, e isso é muito bom.
    Porém, a armadilha está no seu hobbie se transformar e deixar de ser prazeroso e tornar-se uma obrigação apenas (aí vc perde o que te relaxava antes).
    Uma forma que eu consegui para evitar que aconteça a armadilha (sim, passei por isso, quase me fodi algumas vezes por isso), é você não transformar essa fonte de renda em solução para seus problemas financeiros, que seja de vez em quando e que dane-se aquele monte de gente falando no seu ouvido:"ah mas para vc vender melhor, é melhor você fazer assim assim e assim". Se não se sentir bem, não faça, não se estresse em encomendas de última hora, recuse vendas se for em cima da hora,isso estressa demais.
    Outra solução é mergulhar de vez, transforme em algo bem sério e trabalhe pra valer, mas antes de fazer isso, tenha um outro hobby que te faça relaxar, mas saiba que vc poderá perder essa fonte de relaxamento, por mais que você ame fazer o trabalho, vc poderá se estressar bastante, relax é necessário ^^

    Sobre você e o seu marido. Espero que dê tudo certo com vocês, que consigam resolver.
    precisando conversar, to por aqui :*

    ResponderExcluir
  3. Oi amore,
    vim desejar feliz dia dos namorados
    e te convidar p/ 4 sorteios lá no blog
    será uma honra vc por lá!
    boa sorte
    te espero =^.^=
    www.coisasdeladdy.com

    ResponderExcluir
  4. Di, força, vc conseguirá sair dessa fase, afinal nossa vida é cheia de altos e baixos. Que bom que vcs se acertaram!! beijocas na filhota!!

    ResponderExcluir

Ai, que bom que você veio! Puxe uma cadeira,sente-se no chão e sinta-se na casa alheia.^^ Mas me da um toque :P